Imagem Banner Imagem Banner

Vacinômetro

PRIMEIRA DOSE 1.527.658

Segunda dose e Dose única 1.403.630

Dose de reforço 198.560

Vacinas aplicadas em Curitiba

Cronograma da Vacinação

Calendário de Vacinação 30/11/2021

Primeira dose

Repescagem para pessoas com 12 anos ou mais

Das 8h às 17h

Segunda dose

Antecipação 2ª dose da Pfizer para vacinados com a primeira dose em 5/10

Das 8h às 17h

Pessoas que têm a segunda dose agendada no aplicativo Saúde Já

Das 8h às 17h

Pessoas que perderam a data da aplicação da segunda dose agendada no Saúde Já

Das 8h às 17h

Dose Reforço

Pessoas com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 03/07

Das 8h às 17h

Repescagem de dose de reforço de pessoas anteriormente convocadas

Das 8h às 17h

Cadastre-se para aPrimeira Dose

1

Cadastro

Para facilitar o processo de vacinação, faça o seu cadastro no:
Saúde Já

2

Termo de Consentimento

Se possível, imprima o termo de consentimento que deverá ser entregue no dia da vacinação:
clique aqui

3

Documentação

Não esqueça de levar documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência nominal (caso comprovante seja em nome do cônjuge, apresente também um documento comprobatório da união) com endereço válido de Curitiba e uma caneta.

A Secretaria Municipal de Saúde também aceita comprovante de residência no nome do pai ou da mãe, anexado a um documento que comprove a filiação. Em casos de locações não formalizadas por imobiliárias, deverá ser apresentado o comprovante do endereço da residência junto com uma declaração do proprietário do imóvel, com responsabilização legal pela locação e pela informação.

Imagem
4

Documentos específicos para
Grupos Prioritários

Adolescente com Deficiência Permanente

O jovem com deficiência severa e permanente precisará apresentar qualquer um dos seguintes documentos: 

- Cartão-transporte da Urbs de isento para Pessoa Com Deficiência Permanente (identificado com a letra "I" no canto superior direito)

- Identidade emitida a partir de 2019 com a indicação “Pessoa com Deficiência”

- Declaração médica disponibilizada no portal do CRM-PR, emitida pelo médico que o/a acompanha, com a indicação da Deficiência Permanente.

- Adolescentes com deficiência permanente acompanhados pelas Unidades de Saúde de Curitiba receberão uma mensagem pelo aplicativo do Saúde Já avisando que são elegíveis para a vacina. 

Os pais e/ou responsáveis devem acompanhar o adolescente durante a vacinação, para a assinatura do termo de consentimento.

Adolescente com Comorbidade

Podem ser vacinados jovens que possuam alguma das doenças listada pelo Ministério da Saúde. Para verificar quais são as comorbidades inclusas no Plano Nacional de Vacinação clique aqui.

- Pacientes atendidos e acompanhados pelas Unidades de Saúde de Curitiba pelo SUS não precisam levar documento da comprovação da comorbidade. Eles serão notificados por meio de uma mensagem enviada pela Plataforma Saúde Já, no aplicativo ou site.

- Pacientes da rede privada devem apresentar a declaração médica disponibilizada no portal do CRM-PR emitida pelo médico que os acompanha, com a indicação da comorbidade listada pelo Ministério da Saúde.

Os pais e/ou responsáveis devem acompanhar o adolescente durante a vacinação, para a assinatura do termo de consentimento.

 

Gestantes e puérperas

Curitiba começou a vacinar no dia 03/09 gestantes e puérperas maiores de 12 anos com prescrição médica. Para menores de 18 anos, é utilizado o imunizante da Pfizer, o único aprovado até o momento.

- Gestantes e puérperas acompanhadas pela rede privada de saúde devem apresentar declaração emitida pelo médico por meio do portal do CRM ou prescrição médica redigida a mão e assinada pelo profissional e pela mulher.

- As gestantes e puérperas acompanhadas pelo SUS devem buscar orientação na sua unidade de saúde onde fazem o pré-natal. Nesse caso, a declaração será incluída no prontuário eletrônico.

 

Adolescente Acamado

Curitiba começou a vacinar no dia 22/09 adolescentes acamados que têm entre 12 e 17 anos. 

- Devem entrar em contato com a Central de Atendimento 3350-9000, para se inscrever, os pacientes que não são acompanhados pelo SUS.

- Os pacientes já acompanhados pelo SUS devem aguardar o contato da equipe da unidade de saúde.

Os pais e/ou responsáveis devem acompanhar o adolescente durante a vacinação, para a assinatura do termo de consentimento.

 

Antecipação de vacinação por motivos profissionais/acadêmicos no exterior

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), seguindo a Deliberação nº 167/2021 da Comissão Intergestores Bipartite do Paraná (CIB), está realizando a antecipação da vacinação para residentes em Curitiba com 18 anos ou mais, que comprovem necessidade profissional ou acadêmica, em processo de expatriação ou selecionados em programas de formação, ensino e pesquisa no exterior.

O cidadão deve fazer a solicitação por e-mail para smscentral@sms.curitiba.pr.gov.br, enviando em anexo os documentos comprobatórios e a declaração de solicitação de antecipação da vacinação por motivos profissionais/acadêmicos no exterior preenchida.

Documentos comprobatórios:

  • Documento de identificação com foto
  • Comprovante de endereço em Curitiba
  • PROFISSIONAL: documento que comprove a participação em atividade profissional com a modalidade presencial, sem data prevista de retorno (expatriação) onde conste o nome completo e CPF do trabalhador.
  • ESTUDANTE: comprovante de aceite na universidade/escola de destino com a modalidade presencial, a data prevista para início e término das aulas, onde conste o nome completo e CPF do estudante.

A antecipação da vacinação está sujeita à avaliação da solicitação e disponibilidade da vacina. Se autorizada, você receberá uma mensagem pelo app Saúde Já e deverá procurar o ponto de vacinação indicado, levando toda documentação comprobatória, incluindo a declaração para solicitação de antecipação da vacinação assinada.

Obs: Não serão aceitos outros motivos (consultas médicas, cirurgias, congressos e outros eventos, mudança de endereço, viagens a turismo) para antecipação da dose.

Como tomar aSegunda Dose

Fique atento
às datas

Acompanhe a data da segunda dose pelo Saúde Já, no aplicativo ou pelo site.

Não precisa
ter cadastro

Para a segunda dose não é necessário novo cadastro, leve um documento de identificação com foto, CPF.

Como tomar aDose de Reforço

Orientação para a dose de reforço

Podem tomar a dose de reforço idosos com 70 anos ou mais que tenham tomado a segunda dose há 180 dias e imunossuprimidos que já completaram 28 dias ou mais da segunda dose. Para quem atende aos critérios, será enviada uma mensagem de “pop-up” com a convocação no aplicativo Saúde Já Curitiba.
Para vacinar, é necessário apresentar documento com foto e CPF, além da mensagem de convocação recebida no Saúde Já.
Aqueles que não receberem a mensagem de convocação pelo Saúde Já não são elegíveis para receber a dose de reforço no momento.

Calculadora Segunda Dose

Cadastre-se

O cadastro na plataforma Saúde Já agiliza o atendimento no dia da vacinação e reduz filas. Com ele, você também pode consultar sua Carteira de Vacinação, o comprovante das doses recebidas e a data programada para a segunda dose.

Vacinas aplicadas emCuritiba

Astrazeneca

Coronavac

Pfizer

Jansen

Locais de Vacinação

MAPA

A vacina pode causarefeito colateral?

Sim, como qualquer medicamento, a vacina pode apresentar efeitos colaterais.

Os mais comuns são febre, dor, vermelhidão e inchaço no local da aplicação.

O que devo fazer?

Coloque apenas compressas frias no local da aplicação.

Não coloque compressas quentes;
Não aplique cremes ou pomadas;
Não aplique curativos;
Não coce o local.

Caso apresente nos 7 primeiros dias após a vacinação sintomas de alergia, náuseas, vômitos, diarreia, fraqueza, formigamentos, sintomas de covid-19 (febre, dor de garganta, coriza, falta de ar), ligue para a Central de Atendimento: 3350-9000

MESMO VACINADO OSCUIDADOS CONTINUAM

A vacina não impede a circulação do vírus. Mesmo estando protegida da forma mais grave da doença, uma pessoa vacinada pode transmitir o vírus para outras pessoas.

Use máscara

Mantenha distanciamento social

Lave as mãos

Imagem Fake News

Não espalhe fake news

Não espalhe boatos ou notícias sem checar as fontes.
Para se manter informado sobre a campanha de vacinação e o combate ao coronavírus, busque sempre os canais oficiais da Prefeitura de Curitiba.


Informações coronavírus: coronavirus.curitiba.pr.gov.br

Perguntas Frequentes:

O maior benefício que qualquer vacina oferece é diminuir drasticamente as chances de complicações e morte decorrentes da infecção. Esse também tem sido o maior efeito das vacinas contra covid-19. A imunização também contribui para a redução da circulação do novo coronavírus, diminuindo as chances de surgimento de novas variantes do SARS-CoV-2. A expectativa é que esse efeito ocorra quando, no mínimo, 70% da população esteja vacinada, o que é conhecido como “imunidade coletiva”.

Curitiba recebe e aplica as quatro vacinas contra a covid-19 aprovadas até o momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): CoronaVac (Sinovac/Butantan), AstraZeneca (Oxford/Fiocruz), Pfizer (Pfizer/BioNTech) ou Janssen (Jonhson & Jonhson).

Não. A vacina aplicada será a que estiver disponível no ponto de vacinação, de acordo com as doses enviadas pelo Ministério da Saúde, sem possibilidade de escolha. Todas as vacinas têm eficácia comprovada e chegam em lotes de diferentes laboratórios alternadamente.

Não. A vacinação visa proteger o organismo de versões agudas da doença provocada pelo vírus, evitando internações e mortes. Os quatro imunizantes apresentaram bons resultados para este objetivo. A imunização também contribui para o controle da pandemia, com a imunidade coletiva da população.

Não há uma vacina melhor que outra. Os quatro imunizantes são eficazes contra covid-19 e aprovados pelo a Anvisa, avaliadas com critérios técnicos rigorosos.

A comparação dos índices de eficácia não faz sentido, visto que essa taxa foi mensurada sob quesitos distintos. Cada laboratório testou sua vacina em grupos diferentes de pessoas, em locais e datas diferentes, com de riscos de contaminação, tornando a comparação das taxas equivocada.

Estudos já publicados pelos laboratórios sobre a eficiência dos imunizantes em relação às novas variantes do vírus SARS-CoV-2 apontam bons resultados em relação a redução de casos graves da doença. Porém, em alguns casos, se mostraram menos eficientes em relação à transmissão do vírus.

Um dos fatores que favorece o surgimento de novas variantes do vírus é a alta circulação dele entre a população. Mais um motivo importante para se imunizar com as vacinas desenvolvidas ate o momento.

A proteção não é imediata. A vacina oferece proteção ao provocar no organismo uma resposta imunológica contra o novo vírus e isso leva algum tempo. É necessário aguardar pelo menos 14 dias após a segunda dose para a máxima proteção.

Ainda não se sabe. As vacinas aplicadas no mundo todo são ainda de caráter emergencial. Para determinar a eficácia de duração dos imunizantes é preciso o pesquisar os vários grupos vacinados e verificar a eficácia em longo prazo.

As Variantes

O Coronavírus tem grande potencial de mutação: ele se adapta a novos ambientes e se torna mais transmissível. Até o momento, 4 tipos de variantes foram identificadas no mundo: da Índia, do Reino Unido, da África do Sul e do Brasil. Por isso, vacinado ou não, é essencial que você continue se cuidado e seguindo as regras sanitárias.

Estoque de vacinas

O Plano Nacional de Imunização Contra a Covid-19 recomenda 5% de reserva técnica, prevendo uma perda operacional, que pode ocorrer por diversos motivos, como quebra de frasco, problemas no transporte ou no acondicionamento das vacinas.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde mantém outro estoque para garantir a imunização de pessoas remanescentes dos outros grupos.

Atendimento